Sinta a dor, mas não viva por ela!

24 maio, 2016


Sabe aqueles momentos que a vida parece estar de mal de você?
Que de repente tudo que dava certo antes, agora dá errado?

Onde era calmaria, se explodem vulcões e aparecem terremotos.
A terra firme que você pisava, se transforma em buraco sem fim.

Aqueles momentos que você se sente a pessoa mais azarada da face da terra?
E você achava que não tinha como piorar, mas piorou?
A dor, a tristeza, o sofrimento querem tomar conta de você?
E suas últimas energias são sugadas por deslizes e detalhes seu?

Não, não quero mais ouvir que a culpa foi minha.
Me deixe por um instante que agora eu só quero sumir.

Sumir no tapete da sala ouvindo Make You Feel My Love.
Sumir na água do meu choro que encharcou o travesseiro da cama.
Sumir na escuridão do meu quarto, de cortina fechada, embrulhada pé e cabeça,
Sumir em um prato de brigadeiro.

Me deixe sumir com meus estardalhaços,
Com a minha garrafa de vinho,
Ou até com um cigarro de palha.
Deixa eu gritar e pedir a Deus socorro e um colo só pra deitar um instante.
Pra que ele me interne no paraíso porque eu preciso ficar um tempo por lá,
Até essa tempestade passar.

Porque eu também tenho o direito de ser fraca algumas vezes na vida.
Eu tenho o direito de cair, gritar e chegar ao fundo do poço.

É desse jeito, depois de sentir toda a minha dor, sozinha, que eu consigo me levantar.
Então não me cobre, não tire a última raspa de esperança que ainda sobra.
Não venha me falar o que já sei.

Se quiser ajudar, espere comigo a chuva que bate forte na janela passar que, ao amanhecer meu brilho se renova com o sol e as energias serão recuperadas para recomeçar outra vez.

Aí vamos trocar a música, subir no sofá, fazer da garrafa de vinho um microfone e cantar Beyoncé até cansar.





           

__________________________________________________________________________


Notas:
                  1. Autora: Fernanda Almeida Cavalcanti
                       Psicoterapeuta Sistêmica Familiar em Montes Claros/MG
                       Atende Casais, Famílias e Individual

            
Cadastre seu e-mail do lado direito da página e receba as novas postagens.


Comentários
0 Comentários

Comentários:

Postar um comentário



 

Fernanda Cavalcanti © Copyright - 2012. Todos os direitos reservados. Layout criado por Gabi Layouts